CONSELHO FEDERAL DE MEDICINA PODERÁ FACILITAR O ACESSO À CIRURGIA BARIÁTRICA

A cirurgia bariátrica poderá, em breve, ganhar novas regras que a tornarão mais abrangente. O Conselho Federal de Medicina (CMF) publicou na quarta-feira, 01/11/2017 um parecer que facilita a realização do procedimento por diabéticos.

Atualmente, são candidatos à cirurgia os pacientes obesos que tenham Índice de Massa Corporal (IMC) maior que 40 ou superior a 35 com comorbidades associadas como diabetes e hipertensão. Com o parecer publicado pelo CFM para a proposta que havia sido recebida em janeiro, a cirurgia bariátrica passa a ser também aceita como opção de tratamento para o diabetes tipo 2 em pacientes com IMC entre 30 e 34,9.

Para a realização do procedimento também é necessário ter entre 30 e 70 anos, menos de 10 anos de diabetes e não ter respondido adequadamente ao tratamento clínico com medicamentos e mudanças no estilo de vida.

- O reconhecimento da cirurgia metabólica para pacientes diabéticos significa que, a partir de agora, aqueles com IMC entre 30 e 35 com créditos bem estabelecidos poderão ser submetidos à cirurgia para melhorarem suas doenças. As cirurgias reconhecidas já estão estabelecidas há muito tempo pelo CFM: bypass gástrico e gastrectomia vertical (sleeve) - diz o Presidente da Sociedade Brasileira de Cirurgia Bariátrica e Metabólica, Caetano Marchesini.

Clique aqui e conheça o parecer na íntegra.