Obesidade

É uma doença crônica incurável, mas com controle.

Obesidade é uma DOENÇA metabólica crônica, incurável, de origem genética e desencadeada por múltiplos fatores, mas que tem controle. Provavelmente a exposição dos indivíduos com uma genética favorável a um consumo de calorias excessivo e ao sedentarismo seja o principal fator desencadeante.

É uma doença mundial de prevalência crescente e que adquiriu proporções epidêmicas, sendo atualmente um problema de saúde pública.

A obesidade mórbida é definida quando o paciente atinge um nível mais grave de obesidade em que aumenta muito a incidência de doenças associadas à obesidade. Os pacientes obesos e com obesidade grave têm um risco aumentado em 50 a 100% de inúmeras doenças crônicas e um aumento expressivo da mortalidade (2,5 vezes em relação a pacientes não obesos e 4,5% anuais nos diabéticos tipo 2), além de uma pior qualidade de vida.

 

CLASSIFICAÇÃO QUALITATIVA (distribuição da gordura)

  • Obesidade andróide, superior, ou tipo “maçã”: Maior correlação com complicações cardiovasculares e metabólicas.

  • Obesidade ginecóide, inferior, ou tipo “pêra”: Mais associada a problemas articulares, circulatórios periféricos e estéticos.



Mulheres < 80/88 cm     

Homens < 95/103 cm     

CLASSIFICAÇÃO QUANTITATIVA (peso e altura)

IMC - Kg/m²

IMC = índice de massa corporal

IMC = peso ÷ altura ² = Kg/m ²


CLASSIFICAÇÃO  POR IMC

20-25 - Normal
25-30 - Sobre peso
30-35 - Obesidade leve
35-40 - Obesidade moderada
40-50 - Obesidade mórbida
 > 50 - Super obesidade